• Julia Pessoa

Casamentos veganos: o que são e por que cada vez mais pessoas estão optando por esse tipo de festa



Eu sou vegetariana há 15 anos e acompanho de pertinho o movimento vegano desde a época em que comecei a me interessar por esse assunto. Quando comecei a trabalhar com festas (já vão fazer 8 anos!), não havia preocupação alguma com sustentabilidade e, muito menos, com o bem estar animal. Felizmente, a internet trouxe a tona rios de informação e as pessoas estão cada dia mais conscientes das suas escolhas ou, no mínimo, preocupadas com a inclusão dos seus amigos veganos em suas festas.


Veganos não consomem nenhum produto de origem animal como carnes, leite e derivados, ovos e mel. E também evitam o consumo de produtos que são fruto de exploração animal ou que são testados em animais, como alguns tecidos e cosméticos. O crescimento do tema está sendo tão grande que hoje temos opções deliciosas de buffets e confeitarias veganas (como a Conflor, aqui no Rio de Janeiro) para atender a esse público.



Plaquinha em um casamento vegano

Pra falar um pouquinho sobre essa tendência cheia de compaixão e amor, convidamos o Fabio Chaves, fundador do Vista-se - o maior portal vegano da América Latina e palestrante do TEDx Campinas:


JP: Fabio, você percebe um crescimento no mercado de produtos e empreendimentos veganos no Brasil nos últimos anos?

FC: Sem dúvida. Eu acompanho esse crescimento de perto desde 2007. Chegou um momento que eu perdi totalmente o controle, eu não sei mais quantos produtos veganos são lançados por mês porque são muitos. O que é ótimo, claro. E o mesmo acontece com novos restaurantes, bares e lojas.


JP: Além do óbvio: a comida, existem outros aspectos de uma festa de casamento que devem ser adaptados ou considerados para que ela seja considerada vegana?

FC: O vestido da noiva, por exemplo, não pode ter seda ou qualquer outro insumo de origem animal. Isso vale para os sapatos dela e do noivo e para qualquer outro acessório. A bebida também merece atenção, pois alguns vinhos e cervejas, por exemplo, não são veganos.


JP: Na sua opinião, como os convidados não veganos se sentiriam numa festa vegana? Você acha que ainda existe preconceito?

FC: Acredito que exista sim, especialmente entre as pessoas mais velhas. Mas se os noivos são veganos, a festa é deles, eu não acho que eles devam abrir mão de ter uma festa toda vegana por medo de alguém não se sentir totalmente confortável.


JP: Qual a relação entre o veganismo e a sustentabilidade ambiental? Uma festa vegana tem que ser sustentável também?

FC: Não é a prioridade, acredito. O termo “vegano” diz respeito apenas à questão animal mesmo. Mas, obviamente, a consciência em relação à sustentabilidade costuma ser bastante aflorada entre os veganos. Atualmente acho que todos nós concordamos que conceitos de sustentabilidade ambiental devem ser aplicados em tudo. Não seria diferente em uma festa de casamento.


Mais informações sobre o veganismo: www.sejavegano.com.br

Mais sobre sustentabilidade em eventos: https://www.ohhappyday.com.br/blog-1/5-maneiras-de-tornar-seu-casamento-mais-sustentável


Um beijo!


>> Salve no Pinterest:


Julia Pessoa é produtora de casamentos apaixonada pelo trabalho e pelos animais.

Segue a gente nas redes: Facebook | Instagram | Pinterest

Rio de Janeiro - Brasil

  • White Facebook Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Instagram Icon